Brado mostra avanços em movimentação de contêineres em evento no Mato Grosso

Brado mostra avanços em movimentação de contêineres em evento no Mato Grosso

Representantes do Movimento Pró-Logística ligado ao agronegócio visitaram instalações da Companhia em Rondonópolis (MT)

A Brado recebeu, em seu terminal de Rondonópolis (MT), representantes do Movimento Pró-Logística de Mato Grosso e de setores que utilizam cada vez mais os serviços de movimentação de contêineres para o escoamento da produção e o abastecimento interno. Participaram também autoridades da região, incluindo o prefeito de Rondonópolis, José Carlos Junqueira de Araujo (SD). O encontro, realizado dia 17, favorece a utilização de serviços de inteligência em logística de contêineres.

Soluções que facilitam carregamento de mercadorias em contêineres, com acesso ao modal ferroviário, tornam-se atraentes ao mercado mato-grossense por oferecerem vantagens como regularidade, segurança e eficiência operacional. O Movimento Pró-Logística visitou também o terminal da concessionária Rumo. As duas empresas estão localizadas no complexo logístico que conecta Mato Grosso ao Porto de Santos por 1,6 mil quilômetros de ferrovias.

As soluções da Brado dão acesso aos modais rodoviário e ferroviário, bem como à rede nacional de terminais, armazéns e portos. A companhia oferece suporte a operações de exportação, importação e à movimentação interna de mercadorias, de alimentos a minerais.

“Acompanhamos de perto as necessidades dos produtores da região do Mato Grosso e do agronegócio como um todo para desenvolvermos, no tempo correto, as soluções que o setor precisa para continuar dando suporte à economia Brasileira”, afirmou o presidente da Brado, Rogerio Patrus.

“A economia brasileira precisa de serviços multimodais eficientes para que haja ganho efetivo de competitividade. Por meio de nossas soluções logísticas, o Brasil, em especial o Mato Grosso, poderá aproveitar da melhor maneira possível a infraestrutura que a Brado oferece”, disse o diretor Comercial e Operacional da Brado, Marcelo Saraiva.

Mercado crescente

A movimentação de contêineres no Porto de Santos durante este ano tem sido 6% maior que a de 2016 e boa parte das mercadorias têm origem em Mato Grosso, conforme a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). As exportações de produtos de agronegócio com valor agregado ampliam a demanda pelos serviços da Brado em Rondonópolis.

Em outra frente, o próprio abastecimento interno vem utilizando cada vez mais soluções que integram polos de produção a centros de consumo. É o caso da rota entre Rondonópolis e Sumaré (SP), que conta, há um ano, com um trem dedicado exclusivamente ao mercado doméstico, movimentando produtos como óleo de soja, milho, panetones, e artigos de limpeza.

Estrutura

A Brado é referência nacional em serviços de logística de contêineres. Com mais de mil colaboradores, possui estrutura própria de locomotivas (13), vagões (3 mil), contêineres (2,4 mil), equipamentos, armazéns e terminais, complementada por meio de parcerias estratégicas. Com atuação cada vez mais adaptada às necessidades do mercado brasileira, torna a movimentação de contêineres um serviço sofisticado no País.

Em Rondonópolis, a companhia possui terminal com 140 mil m2 para recepção de cargas e silos para 15 mil toneladas de grãos. A estrutura tem capacidade para 2 mil contêineres. O complexo, formado ainda por armazém de 3,2 mil m2 e dois ramais ferroviários, vem recebendo contínuos investimentos, que já passam de R$ 30 milhões.

Os clientes da Companhia têm acesso a operações multimodais de forma simples e podem monitorar continuamente o encaminhamento das cargas, realizado com planejamento, precisão e transparência. Auditorias internas avaliam permanentemente as atividades da Brado, permitindo aperfeiçoamento constante dos serviços. Essa preocupação com qualidade tem sido decisiva para que novos setores utilizem a logística de contêineres nos dois principais corredores de atuação da Companhia: Rondonópolis (MT)-Santos (SP) e Cambé (PR)-Paranaguá (PR). Além de milho, óleo de soja, carnes, alimentos industrializados, os novos contratos contemplam segmentos como o de exportação de caroço de algodão, madeira, papel, celulose, feijão, açúcar, amendoim e casca de laranja.

A utilização cada vez mais eficiente dos contêineres em circulação torna os serviços da Brado mais competitivos e representa avanço para a própria logística brasileira. A empresa ajuda o País a reduzir a proporção de contêineres vazios em movimentação – situação ainda frequente e que representa uma vasta oportunidade de diluição de custos.

Fonte: José Rocher – Comunicação Externa e Mídias Digitais da Loures.

 

Categorias:Notícias

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quatro + nove =

Parceiros